Christie´s vende pinturas de Klimt roubadas por nazistas

Quatro a cinco quadros a óleo de Gustav Klimt que estiveram no centro de uma disputa entre o governo austríaco e os herdeiros judeus de um dos trabalhos, serão vendidos nos próximos meses pela casa de leilões Christie´s.A Christie´s ainda não informou se as pinturas, três paisagens e um retrato, avaliados em US$ 100 milhões serão leiloadas ou vendidas de maneira privada, disse o presidente da casa de leilõesMarc Porter nesta segunda-feira para o jornal "The New York Times". Um telefonema dado ao advogado Steven Thomas, que representa osherdeiros, não foi respondido imediatamente.As pinturas estão expostas atualmente no museu de arte alemão e austríaco Neue Galerie, em Nova York, junto a um dos trabalhos mais famosos de Klimt: um retrato de Adele Bloch-Bauer, mulher de um industrial judeu da indústria açucareira, de 1907.O governo da Áustria entregou em janeiro os cinco trabalhos de Klimt a María Altmann, uma sobrinha de Bloch-Bauer que vive em LosAngeles, e a outros familiares, após uma disputa legal de seteanos. Um tribunal declarou que foram confiscados de forma incorreta quando os nazistas assumiram o poder no país durante a 2.ª Guerra Mundial.

Agencia Estado,

07 de agosto de 2006 | 17h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.