"Chocolate com Pimenta" estréia nesta segunda

O telespectador já viu isto antes, mas a velha fórmula do patinho feio que vira cisne branco ainda pode render bons pontos de audiência para as novelas. Gilberto Braga mobilizou milhões de telespectadores com Dancyn Days, com a história de Júlia Matos (Sônia Braga), ex-presidiária rejeitada pela sociedade que dá a volta por cima quando volta da Europa. Aguinaldo Silva elevou às alturas o ibope de Tieta, quando a jovem filha de Zé Esteves, interpretada por Cláudia Ohana, é escorraçada da cidade por seu comportamento liberal e, anos depois, volta linda e poderosa, na pele de Betty Faria. Até a RedeTV! transformou o tema no seu primeiro lugar de audiência, com a novela Betty, a Feia. A partir de amanhã, é a vez de outra feia entrar no ar: Ana Francisca, personagem central de Chocolate com Pimenta, nova trama das seis. "Todos nós temos o sentimento de querer dar a volta por cima. Se você volta para a cidade onde nasceu, não quer voltar por baixo. Não é vingança, é aversão a uma vidinha sem sabor", explica o autor Walcyr Carrasco. Dirigida por Jorge Fernando, Chocolate com Pimenta é ambientada na década de 20. O patinho feio é vivido por Mariana Ximenes, par romântico de Murilo Benício. A história se passa na fictícia cidade de Ventura, sustentada economicamente por uma fábrica de chocolates. Mariana é Ana Francisca, caipira que fica órfã de pai e vai morar com parentes desconhecidos na cidade. Mesmo com óculos fundo de garrafa, vestidos surrados e cabelos presos, ela chama a atenção de Danilo (Murilo Benício), o Don Juan de Ventura, com quem acaba namorando, para desgosto de Olga (Priscila Fantin), a adolescente mais cobiçada da cidade. O problema é que Ana Francisca engravida e não quer contar para o namorado, temendo um escândalo. Por obra do acaso, Ana conhece o dono da fábrica, Ludovico (Ary Fontoura), mas o confunde com um empregado qualquer. Os dois ficam muito amigos e, por amizade, acabam se casando e mudando-se para Buenos Aires. Anos depois, bonita, rica e viúva, ela volta para Ventura. "Mas ao contrário de outras histórias, em que as pessoas fazem de tudo para atrapalhar os pombinhos, a cidade inteira vai se mobilizar para juntar novamente Ana Francisca e Danilo, para que ela não tire a fábrica da cidade", explica Ximenes. Murilo Benício está mais uma vez no núcleo central de uma novela, depois de protagonizar O Clone. Mas, sair do horário nobre para a disputadíssima grade das seis não o deixa preocupado. Ao contrário, faz o ator muito feliz. "Chocolate é uma novela light. Gravamos menos, ficamos menos tempo no ar. Dá tempo para se dedicar a outras coisas", conta ele, que além de atuar em teatro, está em cartaz no cinema com O Homem do Ano. No elenco estão também outros atores de peso, como Cláudio Corrêa e Castro, Ary França, Lília Cabral, Osmar Prado, Laura Cardoso. Além do talento, todos têm em comum a paixão por um bom chocolate, apimentado com pitadas de humor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.