Chineses protestam contra golpe do afrodisíaco de formigas

Milhares de pessoas fizeram protestos nonorte da China e cercaram prédios do governo exigindo ajudapara recuperar o dinheiro perdido em um golpe que prometiafortuna para quem criasse formigas, que serviriam para produzirum tônico afrodisíaco. Policiais e a tropa de choque foram mobilizados emShenyang, capital da província de Liaoning, para impedir que osmanifestantes chegassem à sede do governo e do PartidoComunista, disseram moradores na quarta-feira. Os investidores revoltados vêm fazendo protestos desdesegunda-feira, e conflitos esporádicos com a polícia têmocorrido, afirmaram os moradores. A província de Liaoning é umaárea decadente de manufatura que busca de todas as formasatrair investimentos. Uma testemunha contou à Reuters por telefone naquarta-feira que milhares de manifestantes haviam se reunidopróximo à sede do governo da província. Os investidores, muitos deles desempregados ouagricultores, aplicaram no grupo Yilishen, dentro de um esquemaem que criavam formigas para a fabricação do afrodisíaco. Eles tinham de pagar um depósito de 10 mil iuans (1.350dólares) à empresa, em troca da promessa de um lucro de 3.250iuans. O afrodisíaco era promovido na TV pelo comediante maisconhecido do país, Zhao Benshan. Desde outubro, porém, o grupo vem atrasando o pagamento, eos investidores começaram a temer que a empresa estivesse àbeira da falência ou que tivesse tido seus bens congelados pelogoverno. Protestos de agricultores e trabalhadores decepcionados vêmaumentando na China, que sofre com a desigualdade e acorrupção. A imprensa chinesa afirmou que o golpe arrecadou mais de 10bilhões de iuans de centenas de milhares de moradores deLiaoning.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.