China quer recuperar obras de acervo

O governo chinês formará uma comissão para tentar recuperar mais de um milhão de valiosas obras de arte espalhadas em 200 museus de 47 países. Xie Chensheng, assessor da Oficina Nacional de Relíquias Culturais, afirmou que as obras saíram do país devido à guerras e aos saques de estrangeiros.Uma boa parte dos quadros estão em museus dos Estados Unidos, Inglaterra e França. No Japão, é possível encontrar várias peças da dinastia Shang. No ano passado, a China solicitou ao Reino Unido a devolução de mais de 1000 obras de arte. Para recuperar as peças, o país tentará comprar as obras ou recorrerá a métodos diplomáticos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.