China lança versão autorizada de gabo

Foi publicada na China a primeira versão autorizada de Cem Anos de Solidão. Uma nova tradução do romance de Gabriel García Márquez - a primeira a pagar uma cifra elevada, porém não revelada, de direitos de autor - foi apresentada na Universidade Pequim. "As negociações foram difíceis e, desde 1992, tínhamos interesse em adquirir os direitos. O importante não é o preço, mas o fato de a China demonstrar que também respeita os direitos de autor", disse o presidente da editora que publica o livro, Chen Mingjun. Em 1990, o Nobel de Literatura colombiano chamou os chineses de "piratas", ao descobrir que suas obras eram traduzidas sem autorização. / EFE

, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.