Chilena vende o corpo por 27 horas para evento beneficente

Uma prostituta ofereceu doar odinheiro que arrecadar por 27 horas de seus serviços para umevento beneficente anual no Chile em favor de criançascarentes, o Teletón, que é apresentado na TV. María Carolina, uma prostituta que disse cobrar 300 dólarespor uma hora e meia de serviço, contou à Reuters que um de seusclientes já comprou suas "horas de amor" para ajudar o evento,que se baseia em doações privadas, e que será transmitido aovivo partir de sexta-feira. "As 27 horas de amor já repassei entre os meus clientes enão significa que vou ficar 27 horas ocupada, ainda que assimteria rendido mais dinheiro, mas as repassei por menos", disseMaría Carolina. A mulher afirmou ainda que como mostra de suas "boasintenções" publicará em sua página na internet(www.mariacarolina.cl) o comprovante de depósito no banco quecolabora com a Teletón. A presidente do Sindicato Nacional Independente deTrabalhadores Sexuais, Marcia Poblete, apoiou a iniciativa, masdisse ao jornal Las Ultimas Noticias que muitos integrantes daassociação colaboram com a campanha, só que de forma anônima. O apresentador do Teletón, o animador Mario Kreutzberger, oDon Francisco, não está contente com a forma incomum de doaçãoda prostituta. "Claro que está fora dos meus limites morais. Eu não possoapoiar isso", disse Don Francisco ao Las Ultimas Noticias. "OTeletón se realiza dentro dos limites legais e morais",acrescentou. (Por Antonio de la Jara)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.