Chile lança prêmio de poesia Pablo Neruda

O governo chileno criou o prêmio ibero-americano de poesia Pablo Neruda como parte das comemorações do centenário de nascimento do poeta chileno que se aproxima. "Trata-se de um prêmio para convidar portas ibero-americanos a continuar o diálogo com Pablo Neruda", disse o presidente Ricardo Lagos ao anunciar o prêmio, que será de US$ 30 mil. O anúncio foi feito em uma cerimônia realizada no museu La Chascona, uma das três residências po poeta morto há 30 anos.O primeiro prêmio será entregue em 12 de julho, data do aniversário de Neruda. O júri será formado por nomes da crítica e da cultura internacionais. Neruda morreu de câncer, pouco depois do golpe militar de setembro de 1973 e o governo prepara uma série de atos comemorativos ao centenário do seu nascimento.O ministro da Cultura, José Weinstein, disse que "em várias parte dfo mundo o Chile é sempre associado à poesia e por isso o prêmio deverá contemplar os demais países ibero-americanos".Pablo Neruda e Gabriela Mistral, ambos poetas, são os dois prêmios Nobel de literatura chilenos. Esta semana, outro poeta chileno,Gonzalo Rojas recebeu o prêmio Cervantes, considerado o Nobel das letras ibero-americanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.