Chile e Itália na briga pelo Oscar

A Itália anunciou ontem Cesare Deve Morire, dos irmãos Paolo e Vittorio Taviani, como candidato à indicação para o Oscar de melhor filme estrangeiro de 2013. A produção foi vencedora do Urso de Ouro no Festival de Berlim deste ano. O Conselho de Cultura e Artes do Chile aposta no filme No, dirigido por Pablo Larraín e estrelado por Gael García Bernal, para levar a estatueta. O longa chileno, que agradou à plateia no último Festival de Cannes, inspira-se no período do plebiscito sobre a ditadura de Pinochet. Dinamarca, com Royal Affair, Índia, com Barfi! e Canadá, com Rebelle, também concorrem à indicação para o Oscar de filme estrangeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.