Chega hoje às livrarias o Dicionário da Globo

Quem matou Odete Roitman? Essa é fácil. O País inteiro parou em janeiro de 1989 para descobrir o nome do assassino que calou uma das vilãs mais famosas da telinha. Sua intérprete, Beatriz Segall, virou até garota-propaganda de companhias de seguro. "Nunca se sabe o dia de amanhã. Faça seguro de vida", dizia a atriz em um dos comerciais gravados na época. E o primeiro par romântico da Globo, alguém se lembra quem foi? Hoje, a emissora lança um "remédio" para os esquecidos e um presentão para os "telemaníacos": Dicionário TV Globo. Volume 1: Programas de Dramaturgia & Entretenimento, editado pela Jorge Zahar Editor. Em São Paulo, o lançamento acontece às 19h, com um talk show comandado pelo jornalista Chico Pinheiro na livraria Saraiva do Morumbi Shopping. "A história da Rede Globo resume a própria história da TV no Brasil pois a emissora atinge 99% do território nacional e, há 30 anos, se mantém no topo da audiência", justifica o diretor da Central Globo de Comunicação, Luis Erlanger. "Resgatar tudo o que já foi feito em seus 38 anos de existência é como contar a história de vida de cada telespectador." Basta uma consulta ao dicionário para voltar ao passado. Que mulher não usou - ou pensou em usar - o "arrojado" corte de cabelo lançado por Tônia Carrero em Pigmalião 70, de 1970? "As novelas sempre tiveram a vida das pessoas como referência, seja lançando moda e bordões ou discutindo problemáticas", diz Erlanger. Por falar em temas polêmicos, Mulheres Apaixonadas, de Manoel Carlos, também está entre as 970 páginas da obra. "Pela primeira vez, um casal homossexual feminino é bem aceito na TV. Com certeza, essa é outra trama que vai marcar época", aposta Erlanger. A data é propícia para lembrar os melhores momentos da telenovela. Afinal, este ano, o gênero comemora 40 anos no Brasil. Mas o dicionário também traz informações sobre minisséries, teleteatros, musicais, programas de auditório e seriados. Ao todo, são 1.500 verbetes e 750 imagens, organizados em ordem cronológica. "Incluímos ainda o formato reality show, último fenômeno da TV", diz o diretor. Erlanger conta que o dicionário é o primeiro produto elaborado pela equipe do Projeto Memória das Organizações Globo, formada por especialistas das áreas de história, comunicação, antropologia e sociologia. Juntos, eles vão ajudar a Globo a preparar a programação especial que será exibida em 2005, quando a emissora completa 40 anos. "Vem aí o segundo volume do dicionário, que será sobre Esporte e Jornalismo, previsto para o próximo ano", promete o diretor.Dicionário da TV Globo Vol.1 - Programas de Dramaturgia & Entretenimento - Editora Jorge Zahar. 940 páginas. R$ 59. Lançamento hoje, às 19h, na Saraiva Megastore do Morumbi Shopping, avenida Roque Petroni Júnior, 1089, 5181-7574.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.