Chega às livrarias "A Obra-Prima Ignorada"

Chega hoje às livrarias uma nova edição de A Obra-Prima Ignorada, do francês Honoré de Balzac, livro com o qual ele refletiu sobre as relações entre arte e vida. Com tradução e posfácio do professor da Escola de Comunicação e Artes da USP Teixeira Coelho, o romance marca a estréia no mercado da Comunique Editorial. A Obra Prima Ignorada é uma romance experiência escrito por encomenda da revista L?Artiste. Nele, o autor de A Mulher de 30 Anos usa dois pintores franceses, Poussin e Porbus, e um pintor imaginário, para compor uma teia de pensamentos sobre a arte. A história gira sobre o encontro de um jovem artista com um mestre da pintura e decisões que ele tem que tomar que vão afetá-lo em sua trajetória tanto na vida quanto na arte. Com esse enredo, Balzac construiu uma visão sobre o nascimento da modernidade, da arte moderna, dos dilemas do homem europeu do século 19, e as contradições entre profissão e amor. Haverá necessidade de sacrificar uma parte da vida em nome da arte, ou em não se fazendo sacrifício poderá se fazer boa arte? É neste rol de problemas que Balzac transitou em A Obra-Prima Ignorada. A importância do romance foi bem aquilatada já em sua época (a primeira edição saiu em 1832). Duas grandes figuras da arte moderna contribuíram para aumentar o peso de A Obra-Prima Ignorada na cultura ocidental. Paul Cézzane e Pablo Picasso, respectivamente precursor e criador do cubismo, tinham no romance seu livro de cabeceira. A Obra-Prima Ignorada - De Honoré de Balzac. Comunique Editorial, 144 páginas, preço R$ 22. Lançamento nesta terça-feira na livraria Fnac Pinheiros, às 19h, com a presença do tradutor Teixeira Coelho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.