Chega ao Brasil último episódio de "Sex and the City"

Quatro mulheres de trinta e poucos anos, solteiras e independentes causaram desconforto na sociedade americana há 6 anos. Carrie, Miranda, Charlotte e Samantha inauguraram um novo tipo de seriado nos Estados Unidos. Em vez de mostrar problemas em família, Sex and the City trazia à tona questões de relacionamento e sexo, é claro. O tom foi mantido durante as seis temporadas da série, que terá seu último episódio exibido hoje pelo canal Multishow, às 22h45. Além de apimentar a programação, o seriado também lançou as protagonistas ao estrelato. Mais do que famosas, Sarah Jessica Parker (Carrie), Kim Cattrall (Samantha), Cynthia Nixon (Miranda) e Kristin Davis (Charlotte) se tornaram referência para muitas telespectadoras. Mas não é para menos. Elas são lindas, ricas e poderosas. Vestem roupas de grife e têm centenas de pares de sapatos ? em sua maioria, os cobiçados Manolo Blahnik, que aqui no Brasil podem ser encontrados na Daslu por preços nada atraentes. O figurino é um dos trunfos da série. Carrie, Miranda, Charlotte e Samantha possuem estilos diferentes e são todas vestidas pela figurinista Patricia Field. O estilo Carrie ganhou as ruas de Nova York. As nova-iorquinas levaram isso tão a sério que, quando a série acabou nos EUA, parte do figurino foi vendido. Resultado: fila na porta para comprar roupas e acessórios usados pelas ?amigas?. A série não agradou só ao público, mas também à crítica. Tanto que este ano recebeu 11 indicações para os Prêmios Emmy ? entre eles Melhor Série Cômica, Melhor Atriz em Comédia para Sarah Jessica Parker e Melhor Atriz Coadjuvante em Comédia para as atrizes Kim Cattrall, Kristin Davis e Cynthia Nixon. Em seus seis anos de carreira, o seriado já recebeu sete Globos de Ouro e cinco Emmys ? a maior parte em categorias principais ?, além de dezenas de outros prêmios de instituições variadas. Diferentemente de Friends, que teve seu gran finale visto por 51 milhões de telespectadores nos Estados Unidos, o último episódio de Sex and the City foi acompanhado por 10 milhões de pessoas naquele país ? prova de que falar de sexo ainda é assunto delicado. E Sex incomoda mesmo. Seja no palavreado das moças ou nas cenas picantes, Carrie e suas amigas não se intimidam. Em alguns países, a série foi banida por causa do conteúdo e, em outros, censurada. Em Cingapura, a exibição de Sex foi proibida por 5 anos e, quando o governo finalmente liberou a transmissão da série, cenas de Samantha foram cortadas pelos censores. O seriado já foi exibido em mais de 40 países e, aqui no Brasil, começou na HBO. Logo, foi para o Multishow, onde ganhou popularidade. Hoje, a Rede 21 também exibe a série que, na terça-feira, chega ao canal Fox. Mesmo com o final, os fãs terão chance de rever episódios, seja na TV ou em DVD. O Multishow exibirá diariamente a partir do dia 6 de setembro, às 21 horas, a reprise da série desde a 1.ª temporada. Na Rede 21, Sex vai ao ar aos domingos, às 22h30. Na Fox, será apresentada às terças, às 23 horas e 23h30. Os DVDs das cinco primeiras temporadas já estão à venda. A última fase chega às lojas em novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.