Chatterley e o desejo das mulheres

Chatterley e o desejo das mulheres

Mortal Kombat - A Aniquilação

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

05 de abril de 2010 | 00h00

14H15 NO SBT

(Annihilation). EUA, 1997. Direção de John R. Leonetti, com Robin Shou, Talisa Soto, James Remar, Sandra Hess, Lynn "Red" Williams.

O segundo filme adaptado do videogame não tem mais Christopher Lambert como chamariz de público. Praticamente sem história, carrega no visual e encadeia lutas em torno do tema, o combate entre "bem" e "mal". O que está em jogo é a própria sobrevivência da humanidade. Sem ofensa, é programa para descerebrados, do tipo "é proibido pensar". Reprise, colorido, 95 min

Wendy Wu: A Garota Kung Fu

15H50 NA GLOBO

(Wendy Wu: Homecoming Warrior). EUA, 2006. Direção de John Laing, com Brenda Song, Shin Koyamada, Susan Chuang, Justin Chon.

Mais pancadaria - a semana começa sob o signo do confronto nos filmes da TV. Brenda Song faz garota sino-americana que sonha ser rainha. Sua vida muda quando monge diz que ela é a reencarnação de uma lutadora e, agora, Wendy Wu vai à luta para tentar deter vilão que ameaça destruir o mundo. Reprise, colorido, 98 min.

Homem-Aranha 3

22H10 NA GLOBO

(Spider-Man 3). EUA, 2007. Direção de Sam Raimi, com Tobey Maguire, Kirsten Dunst, James Franco, Thomas Haden Church, Topher Grace, Bryce Dallas Howard.

O terceiro filme da série fecha a trilogia idealizada pelo diretor Raimi, toda ela construída em torno de temas familiares (e da figura do pai). A trama é complexa - Peter Parker e Mary Jane chegam a um momento difícil da relação; o herói é contaminado por um fungo que libera seu lado maligno; e um fugitivo da cadeia vira o Sandman. Em entrevista ao Estado, Raimi confessou que este era o filme que queria fazer desde o início, mas teve de esperar porque não havia tecnologia em 2002, quando tudo começou. Inédito, colorido, 92 min.

Vestido de Noiva

2H40 NA GLOBO

Brasil, 2006. Direção de Jofre Rodrigues, com Marília Pêra, Simone Spoladore, Letícia Sabatela, Marcos Winter, Bete Mendes, Buza Ferraz.

Jofre Rodrigues adapta de forma sofrível a peça famosa de seu pai, o grande Nelson, considerada um marco na renovação do teatro brasileiro. O texto mistura planos de realidade, fantasia e alucinação quando Alaíde é atropelada e viaja não apenas nas próprias lembranças, mas naquelas que lhe são proporcionadas pelo diário da cafetina Madame Clessi. A peça fornece uma espécie de súmula, com todo o bestiário do autor. Mas o diretor não tem noção de como transformar sua tragédia em cinema. Marília Pêra, mal dirigida, superrepresenta e tem, talvez, seu pior momento na tela. Reprise, colorido, 90 min.

Amanhã

A Globo exibe amanhã, no Intercine, o preferido do público entre - O Pagamento, ação vertiginosa de John Woo, com Ben Affleck, Aaron Eckhart, Uma Thurman e Paul Giamatti, sobre desmemoriado que previu o futuro e se dotou de elementos para tentar salvar a si mesmo (e o mundo) em situações que ficam cada vez mais perigosas (EUA, 2003, fone 0800-70-90-11); e Ali, poderoso drama de Michael Mann, com Will Smith no papel do lendário pugilista Cassius Clay, aliás, Muhammad Ali; também com Jamie Foxx, Jon Voight, Mario Van Peebles, Ron Silver, Jeffrey Wright e Jada Pinkett Smith (EUA, 2001, fone 0800-70-9012).

TV Paga

A Laranja Mecânica

22 H NO TCM

(A Clockwork Orange). EUA, 1971. Direção de Stanley Kubrick, com Malcolm McDowell, Patrick Magee, Michael Bates, Adrienne Corri.

A fantasia futurista que Kubrick adaptou do romance de Anthony Burgess mostra Malcolm McDowell como desajustado que é submetido a tratamento de readaptação social - e como ele readquire seu instinto selvagem. Há quase 40 anos, a censura do regime militar perseguiu este filme como a suprema obra subversiva. Passado todo este tempo, o cartaz da TV paga mantém sua potência criativa - e ainda provoca. Reprise, colorido, 137 min.

Os Cinco de Chicago

0H20 NO TCM

(Bloody Mama). EUA, 1970. Direção de Roger Corman, com Shelley Winters, Don Stroud, Pat Hingle, Robert De Niro, Diane Varsi, Bruce Dern.

Mais do que qualquer de seus filmes de terror adaptados de Edgar Allan Poe, a obra-prima de Corman é este filme de gângsteres com Shelley Winters como mãe sanguinária que arrasta os filhos a uma vida de assaltos, durante a depressão econômica dos anos 1930. Sensacional. Reprise, colorido, 90 min.

Lady Chatterley

2H10 NO TELECINE CULT

(Lady Chatterley). França, 2006. Direção de Pascale Ferran, com Marina Hinds, Jean-Louis Colou"ch, Hippolyte Girardot.

O romance de D.H. Lawrence talvez não tenha provocado escândalo somente por tratar de relações sexuais interclasses sociais. Constance, a lady, e Mellors, o guarda-caça, alcançam a plenitude da experiência sexual no coito anal e isso pode ser polêmico hoje como em 1928, na época em que Lawrence escreveu. A diretora Pascale Ferran faz uma leitura feminista do livro, para expressar o desejo da mulher. Um filmaço. E que atriz! Marina Hinds é 10. Reprise, colorido, 168 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.