Charlie Sheen se diz inocente ante denúncia de agressão

O ator norte-americano Charlie Sheen se declarou inocente das acusações de violência doméstica supostamente ocorridas num episódio com sua esposa no Dia de Natal do ano passado. Sheen se declarou inocente das acusações de ameaça, injúria criminosa e agressão. Um julgamento foi marcado para 21 de julho.

AE-AP, Agencia Estado

15 de março de 2010 | 19h25

O astro do seriado "Two and a Half Men" da emissora CBS é acusado de colocar uma faca na garganta de Brooke Mueller Sheen, quando o casal passava o feriado de Natal em Aspen.

A pena máxima à acusação mais grave, de ameaça, é de um a três anos de prisão. Charlie Sheen se apresentou voluntariamente, no mês passado, a uma clínica de reabilitação. O casal afirma que deseja se reconciliar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.