Charlie Sheen atrai 100 mil pessoas em webshow

Ator virou notícia por entrevistas confusas, após ter sido afastado da série 'Two and a Half Men'

Estadao.com.br,

06 de março de 2011 | 09h23

 

O ator Charlie Sheen realizou uma transmissão ao vivo pela internet intitulada "Charlie´s Korner" (esquina do Charlie, em tradução livre) e reuniu mais de 100 mil internautas simultâneos. Sheen é assunto de notícias recentemente após ter sido afastado da série 'Two and a Half Men'. A série teve um período de pausa em 28 de janeiro, quando o ator foi afastado para tratar do vício com drogas, e foi cancelada menos de um mês depois por causa de uma outra entrevista de rádio, em que Sheen ofende o criador da atração, Chuck Lorre.

 

Veja também:

link Produtor quer Charlie Sheen em 'Walking Dead'

 

Por causa de entrevistas confusas, com frases de efeito desconexas, Sheen passou a ser assunto de discussões na internet, e após criar um perfil no twitter, (microblog, onde as pessoas dão opinião em 140 caracteres) Sheen bateu um recorde do Guiness Book ao alcançar o maior número de seguidores em pouco mais de 24 horas: mais de um milhão.

 

No show caseiro exibido ontem à noite, usando um chapéu e uma camisa preta com uma nota de dólar estampada, Sheen e três "co-apresentadores" conversaram por cerca de uma hora, ao vivo pela internet, e seguiram um roteiro com quadros parecidos com um programa da TV local. Sheen mostrou uma tatuagem no pulso, com a palavra "winning" (vencendo), que é seu novo slogan, no twitter. O ator listou pessoas que ele gostaria de ser por dez minutos, entre elas, Colin Farrell, o técnico do San Francisco Giants Brian "Fear the Beard" Wilson e Sean Penn.

 

Sheen disse que dependendo da reação poderia voltar com o show diariamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.