Channel 4 recebe 2 mil queixas por mostrar imagem de Diana

Para William e Harry, cenas do documentário são ´falta de respeito´ com a mãe

Agencia Estado

12 Junho 2007 | 03h58

O Channel 4, canal da televisão britânica, recebeu mais de 2 mil queixas pela transmissão de um documentário sobre a morte de Diana de Gales que mostrou polêmicas imagens da princesa enquanto era atendida pelos serviços de emergência. O organismo regulador dos meios de comunicação britânicos, o Ofcom, abriu uma investigação sobre os protestos gerados pelo programa Diana: As Testemunhas no Túnel, que o canal pago exibiu na quarta-feira, 6. A rede ignorou os pedidos dos filhos de Diana, os príncipes William e Harry, para que não mostrasse as imagens, consideradas por eles uma "falta de respeito" para com a memória da mãe. Um porta-voz do Channel 4 disse que apenas 80 das 2.020 queixas tinham sido recebidas depois do programa, que foi visto por uma média de 3,8 milhões de espectadores, número inferior aos 6,2 milhões que acompanharam o reality show O Aprendiz (adaptado, por Roberto Justus, para a televisão brasileira). A fonte assegurou que a rede também recebeu 55 comentários positivos após a transmissão. Diana de Gales e o namorado, Dodi al-Fayed, morreram em 31 de agosto de 1997 quando o Mercedes no qual estavam bateu contra uma coluna da ponte Alma, em Paris.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.