Chanel mostra alta costura feita para usar

Modelos milionárias e toques refinados deram o tom do desfile da grife Chanel nesta terça-feira em Paris. E o estilista alemão Karl Lagerfeld, nome que comanda a legendária marca francesa desde a década de 80, fez de novo: produziu uma coleção que não apenas tem status de arte, mas é possível de se usar.Depois de alguns anos aventurosos e nem sempre bem-sucedidos, hoje em dia Lagerfeld parece só ficar melhor. Não serão muitas a usar os vestidos longos de gala que ele apresentou na capital francesa, porque, claro, eles custam uma fortuna. Mas esta é uma das poucas grandes grifes que realmente vendem sua alta costura. Outras fazem caríssimos desfiles para vender acessórios, perfumes e moda prét-a-porter.

Agencia Estado,

20 de janeiro de 2004 | 16h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.