Chanel devolve romantismo às passarelas

Delicada, feminina e graciosa. A Chanel apostou na moda romântica para a primavera 2004, mas sem perder sua identidade. O estilista Karl Lagerfeld descreveu a coleção que mostrou hoje em Paris dizendo tratar-se de um jogo com a marca e seus cortes clássicos. Para tanto, reinventou com sucesso o tailleur e o blazer de tweed, imprimindo leveza às peças.O desfile desta sexta é a antítese da moda que o alemão mostrou para sua própria grife, a Lagerfeld Gallery, em que o destaque foram os cortes geométricos, cerebrais. Para a Chanel, ele reservou um clima de romance e sedução, com muito crochê e chiffon. A primavera de Lagerfeld privilegia o conforto, mas não abre mão da elegância e da sensualidade.Gaultier - Um revival bem diferente foi apresentado por Jean-Paul Gaultier. O francês foi buscar no faroeste sua inspiração. O resultado é uma moda bastante estruturada, com direito a muito couro, jeans e até botas de cowboy. Veja galeria de imagens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.