EFE/CHRISTOPHE PETIT TESSON
EFE/CHRISTOPHE PETIT TESSON

Chanel coloca navio na passarela do desfile da coleção Cruise

Apresentação inspirada nas férias de Coco Chanel ocorreu em Paris

Maria Rita Alonso, Especial para O Estado de S. Paulo

03 Maio 2018 | 19h02

Quando Gabrielle Chanel criou, em 1919, uma coleção especial de roupas para a temporada de férias de verão, o conceito de “cruise collection” ainda não existia. Nesta quinta-feira, 3, Karl Lagerfeld ressignificou essa atmosfera resort para a linha Cruise 2018/2019 da Chanel, em Paris.

O desfile, que acontece uma vez por ano sempre entre os shows de prêt-a-porter e alta-costura, costuma ser em lugares paradisíacos. Depois de Cuba, Coréia, e Dubai, o desejo do diretor criativo da maison era apresentar suas peças em um cruzeiro em alto mar. Como não encontrou nenhum que fosse perfeito para a sua ideia, resolveu criar seu próprio navio em pleno Grand Palais? Por que não? 

Na primeira fila, celebridades como Kristen Stewart e Lily-Rose Deep dividiram os flashes com Margot Robbie, a mais nova embaixadora da grife – nomeada durante a última premiação do Oscar. Na passarela, o kaiser trouxe vários clássicos da maison, remetendo diretamente às raízes de mademoiselle Gabrielle. As listras, o decote canoa, a manga 3x4, são códigos adquiridos por Coco Chanel a partir desse lifestyle resort, quando passava temporadas em sua casa de praia batizada de La Pausa – nome dado também ao navio e ao mood da coleção.

Destaque para os acessórios como os sapatos prateados, clássicos atemporais que qualquer mulher gostaria de ter no seu guarda-roupa – seja no verão ou no inverno brasileiro. A meia calça branca apareceu como um truque interessante de styling, dando um clima vintage com ares de anos 80 para o desfile, enquanto as peças em cashmere da casa escocesa Barrie (parte dos 23 ateliers do Métiers d’Art da Chanel) vieram mais leves. Aplausos para Karl Lagerfeld, que encerrou o desfile do topo do La Pausa trazendo ao seu lado pela primeira vez Virgine Viard, diretora do Estúdio Chanel.

Mais conteúdo sobre:
Karl LagerfeldChanel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.