Centro cultural espanhol de Niemeyer será lançado em abril

Projeto transformará Avilés, degradada pelo desenvolvimento industrial do século XX, em grande pólo cultural

Efe

26 de março de 2008 | 21h18

O chefe do Governo da comunidade autônoma espanhola de Astúrias, Vicente Álvarez Areces, anunciou nesta quarta-feira, 26, que a parte fundamental do Centro Cultural Internacional Oscar Niemeyer, que será construído na cidade de Avilés com base no projeto do próprio arquiteto brasileiro, será lançada em 12 de abril.   O centro será a primeira etapa do projeto global "La isla de la innovación" ("A ilha da inovação", em tradução livre), apresentado nesta quarta-feira, 26, em Madri por Areces.   Este projeto transformará a costa de Avilés, degradada pelo desenvolvimento industrial do século XX, em "um motor para o posicionamento internacional de Avilés e da comunidade autônoma de Astúrias", ressaltou Areces.   Segundo o governante regional, "A ilha da inovação" pretende transformar a área degradada em um dos maiores centros culturais da Europa e colocar Avilés à altura de cidades européias da importância Lyon (França), Hamburgo (Alemanha) e Oslo (Noruega).   Areces explicou que nos 16 meses seguintes a partir de 12 de abril será criada uma ilha artificial na costa de Avilés, a qual terá como elemento emblemático a maior construção já projetada por Niemeyer na Europa.   O Centro Cultural Internacional Oscar Niemeyer será a sede da Fundação de mesmo nome, e também pode se tornar sede permanente da bienal de arquitetura espanhola.   Além disso, a ilha artificial terá um espaço que receberá atividades relacionadas com a cultura e a inovação e o Palácio da América, futura sede de congressos, convenções e feiras.

Tudo o que sabemos sobre:
Oscar NiemeyerMadri

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.