Centro Brasileiro Britânico abre mostra com 80 artistas

O Centro Brasileiro Britânico abre hoje a 16ª Mostra de Arte, com 200 obras de 80 artistas brasileiros e estrangeiros. A exposição, que fica aberta até o dia 25, tem como destaques a presença de artistas que já participaram de importantes mostras internacionais. Uma delas é Odette Eid, que vai exibir quatro esculturas em bronze platinado que já foram expostas na França, como a obra Lembranças, que representou o Brasil na Biennale de Femmes, em 1990.Além de Odette, a 16ª Mostra de Arte contará com obras do escultor Nicolas Vlavianos, grego residente no Brasil há quarenta anos premiado pela APCA no ano passado, Sara Goldman Belz, que leva quatro telas que estiveram na exposição Internacional de Belas Artes de Taiwan, e o britânico Gregory Fink, que terá quatro telas de sua série Magical of Brazil na exposição.Dos 80 artistas reunidos na mostra do Centro Brasileiro Britânico, 20 foram convidados e outros 60 selecionados por um júri de colecionadores, curadores e marchands, que avaliaram obras de 180 artistas inscritos. As obras estarão à venda, e uma parte da renda obtida com a 16ª Mostra de Arte será revertida à casa de Apoio da Granja Viana, entidade que presta assistência de saúde à população da cidade de Cotia.16ª Mostra de Arte - Centro Brasileiro Britânico. Rua Ferreira de Araújo, 741, Pinheiros, tel: 3039-0553. De 20 a 25 de junho. De segunda a sexta-feira, das 9h às 20h. Sábados e domingos, das 10h às 18h. Entrada franca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.