Centenário de Caymmi não a deixa parar

O iminente centenário de Dorival Caymmi (em 2014, mas cujas comemorações devem começar em 2013) não vai deixar Nana parar tão cedo. A efeméride a levará a shows com Dori e Danilo com o repertório do pai.

O Estado de S.Paulo

02 de maio de 2012 | 03h08

Nana ainda pretende fazer muito por sua memória: abrir uma biblioteca pública com seus livros, em Pequeri, por exemplo. Pretende também dar destino às suas coleções (bengalas, chaveiros, comendas).

Ela só deve abolir os shows de vez quando conseguir comprar dos irmãos a parte deles nos bens dos pais, que morreram em 2008, com uma diferença de 12 dias. Escolhida inventariante, quer proteger tudo, sem ter que, agora, mexer em gavetas, pôr o dedo na ferida. "A gente estava junto todo dia, e só fica pior. Vou esperar a poeira baixar para poder olhar as coisas deles." / R.P.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.