Cenários de 'Star Wars' levam turistas à Tunísia

Várias fortalezas naturais que serviram de cenário para a série de George Lucas estão sendo restauradas

Manuel Ostos, da Efe,

20 Fevereiro 2008 | 17h28

As praias e o sol deixaram de ser o único atrativo turístico da Tunísia. Várias fortalezas naturais que serviram de cenário para a série Star Wars estão sendo restauradas atualmente para fins turísticos, contribuindo na valorização deste patrimônio ecológico e cultural que, graças a saga, se viu turisticamente atraente.   A cerca de 600 quilômetros ao sul da Tunísia, as principais fortalezas (ksour, em árabe) serviam no passado de abrigo para os alimentos essenciais para consumo da população: trigo, legumes e óleo, entre outros.   Para se proteger das tribos nômades, os habitantes de Tataouine construíam esses verdadeiros símbolos da história, constituídos por celeiros e pequenas habitações ao redor que serviram para George Lucas, idealizador e diretor da série, como cenário de um futuro fictício.   Lucas criou um mundo de tecnologia com reflexos de realidade. O nome Tataouine acabou inspirando o planeta Tatooine, lar de Anakin e Luke Skywalker.   Uma das fortalezas mais conhecidas, considerada a maior e mais antiga de todas é Hadada, a preferida do diretor americano por ser um verdadeiro labirinto de vários andares composto de 567 "ghorfas" - dependências que se estendem sobre cerca de 6.400 metros quadrados.   A idéia das autoridades tunisianas é permitir aos turistas não apenas uma visitação às fortalezas abandonadas, mas também a possibilidade de pernoitarem no local. Com isso, é necessário investir para que tenham o conforto necessário.   Na localidade de Matmata, uma das áreas habitadas pelos homens das cavernas já foi transformada, a título experimental, em um pequeno hotel-restaurante.   As fortalezas possuem uma estrutura retangular ou circular e são compostas por um pátio exterior, outro interno e pelas "ghorfas", às quais se chega através de escadas em formato caracol.   Existem em torno de 300 fortalezas por todo o sul tunisiano, mas apenas uma parte está conservada em bom estado e segue sendo utilizada pelas tribos locais.   George Lucas recorreu também ao lago de águas com alta salinidade que existe na região de Tozeur para filmar várias cenas de sua série, embora não tenha tido muita sorte já que chovia muito - o que não se via ali há bastante tempo.   O lago de Tozeur é conhecido por suas miragens, que atraem diversas pessoas nos meses mais quentes da temporada de estiagem.   A arquitetura das cavernas de Matmata é considerada uma das mais importantes, e algumas das casas foram construídas sobre crateras que não se sabe determinar a data de formação. Sobre suas bases eram furadas as cavidades que serviam de abrigo, no interior das quais a temperatura é mais amena.   Lucas foi inteligente em combinar um passado real com o futurismo de sua Tatooine, criando um universo de forças e visões contrárias onde nem tudo é fruto de uma imaginação fértil. Agora os tunisianos querem aproveitar a força que ficou do legado de Star Wars.

Mais conteúdo sobre:
Star Wars

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.