CCSP dedica ciclo ao cineasta Aloysio Raulino

O Centro Cultural São Paulo inicia, na terça-feira, uma retrospectiva em homenagem ao cineasta Aloysio Raulino. Serão 19 filmes dirigidos ou fotografados por Raulino, entre curtas, médias e longa-metragens, exibidos entre 2 e 7 de julho na sala Lima Barreto do CCSP.Aloysio Raulino foi diretor de fotografia de filmes como O Homem que Virou Suco e Trabalhadores: Presente!, ambos de João Batista de Andrade, e dirigiu 17 filmes, a maioria de curta-metragem. A mostra do CCSP vai exibir, entre outros, Teremos Infância, Noites Paraguaias e Arrasta a Bandeira Colorida.O cineasta, que foi fundador da Associação Brasileira de Documentaristas e da Associação Paulista de Cineastas nos anos 70, vai participar de um debate no CCSP na abertura do ciclo em sua homenagem, terça-feira, às 19h.Quiosque - A partir de amanhã quem visitar o Centro Cultural São Paulo poderá comprar livros, revistas, CDs, DVDs, artigos de papelaria, bombonière e tabacaria. Um quiosque da livraria Nobel será inaugurado amanhã às 18h30 no espaço Flávio Império do CCSP. O quiosque terá apenas 9 metros quadrados, mas promete dar conta do público que freqüenta o CCSP diariamente. Na inauguração, haverá um show com o ex-integrante do Zimbo Trio, o baixista Luiz Chaves.Mostra Aloysio Raulino - Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1000, Paraíso. De 2 a 7 de julho, sala Lima Barreto. Entrada franca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.