CCBB-SP faz cinco anos e oferece tudo de graça

A versão paulistana do Centro Cultural Banco do Brasil completa hoje cinco anos. E para comemorar a data, uma programação cultural intensa vai ser oferecida ao público de São Paulo, gratuitamente durante o dia inteiro, não só nas dependências do edifício da instituição, localizado na Rua Álvares Penteado, como também em todas as suas imediações. A partir das 10 horas e até às 21 horas de hoje poderão ser vistas apresentações de peças teatrais, shows de música, mostra de filmes e intervenções públicas. "Nesses cinco anos fomos visitados por 3 milhões de pessoas que presenciaram mais de dez mil apresentações", diz Marcos Mantoan, diretor da instituição. "Nada melhor do que comemorar." A boa notícia é que o presente de aniversário do CCBB para o público vai ser prolongado pelo fim de semana: não só hoje, como também no sábado e no domingo, todos os eventos do centro cultural terão entrada franca, inclusive a peça Molly Sweeney - Um Rastro de Luz, com Julia Lemmertz (garanta a sua entrada meia hora antes do início do programa escolhido). Entre os destaques da programação especial de hoje está a companhia teatral Linhas Aéreas, que criou cinco esquetes especialmente para a ocasião. As performances do grupo serão apresentadas às 11 horas, às 15 horas e às 17 horas (esta última com a participação do cantor Edson Cordeiro - que começou a sua carreira justamente ali no centro - e do músico Fernandinho Beat Box), na extensão da Praça do Patriarca até a entrada principal do CCBB. Três sessões de filmes vão iluminar e dar cores ao Vale do Anhangabaú: a exibição do curta-metragem Viver a Vida, de Tata Amaral, às 19h20; a pré-estréia do longa Dia de Festa, de Toni Venturi e Pablo Georgieff, às 19h30; e outro curta, Hip Hop SP, de Francisco César Filho, às 20h50. Dia de Festa e Viver a Vida apresentam duas faces da periferia de São Paulo. O primeiro conta o dia-a-dia de quatro mulheres que lideram um movimento por moradia na capital e que, desta forma, buscam alcançar alguma dignidade. Em Viver a Vida acompanha-se um dia na vida de um office-boy, que economiza o dinheiro que lhe dão para o táxi para comprar tênis modernos e jogar fliperama. Ligia Cortez é uma das atrizes que encabeçam o elenco. 5 Anos do CCBB. Centro Cultural Banco do Brasil. R. Álvares Penteado, 112, 3113-3651. Até domingo. Grátis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.