CCBB importa peças do festival de londrina

Maria Eugênia de Menezes, O Estado de S.Paulo

24 de junho de 2010 | 00h00

Braquage. Espetáculo é apresentado pela  companhia francesa Bakélte

 

 

O ritual se repete há mais de 40 anos. Em junho, boa parte da cidade de Londrina acorre às salas de teatro para assistir a grandes e pequenas produções vindas da América Latina, da Europa e dos EUA.

Tanta constância criou uma das plateias mais exigentes e privilegiadas do País. Mas, pelo menos pelos próximos dias, o público de São Paulo também terá a chance de desfrutar de uma pequena parcela do que o Filo (Festival Internacional de Londrina) reuniu em sua edição deste ano.

Em parceria com o festival, o CCBB apresenta a partir de hoje, para convidados, a 1.ª edição da MIT - Mostra Internacional de Teatro. Na seleção, três montagens internacionais que foram destaque no evento paranaense: Braquage, da companhia francesa Bakélite; The Cabinet, do grupo norte-americano Redmoon Theater Company (dias 26 e 27/7) e El Último Heredero, do chileno Teatro Inmóvil (de 1.º a 4/7). Todas encenadas com legendas em português.

"Assim como no festival, tentamos apresentar uma diversidade de propostas, apontar tendências distintas. O que nos interessa é mostrar estilos e estéticas variadas", comenta Luiz Bertipaglia, curador do Filo, e responsável pela seleção dos espetáculos da mostra do CCBB.

Subversão. Em Braquage, o ator e diretor francês Olivier Rannou envereda pelas tradicionais histórias de mistério e suspense, retomando a clássica trama do "assalto perfeito". O público poderá esperar pelas convencionais perseguições e fugas arriscadas. Também será apresentado às artimanhas e aos truques dos bandidos. Todas as convenções do gênero policial, porém, serão subvertidas pela maneira como a cia. Bakélite engendra a trama, temperando-a de comicidade. Sozinho no palco, Rannou desdobra-se para representar uma dupla de ladrões e confere, apenas pelo seu trabalho de manipulação, outro sentido a todos os objetos presentes em cena.

Uma das mais esperadas produções desta edição do Filo, o norte-americano The Cabinet revisita o argumento do sombrio O Gabinete do Dr. Caligari, filme símbolo do expressionismo alemão, de Robert Wiene. A montagem da Redmon Theater Company, de Chicago, flerta com a estética do cinema mudo e utiliza marionetes.

Quem também leva os bonecos para o palco é o grupo Teatro Inmóvil, que encerra a programação do MIT com o espetáculo El Último Heredero. Ambientada no Chile colonial, a criação revê o período pré-independência e põe em evidência os discursos de dominados e dominadores.  

 

 

MOSTRA INTERNACIONAL DE TEATRO  

CCBB. Rua Álvares Penteado, 112, 3113-3651. 5ª a sáb., 19h30; dom., 18 h. Grátis. Até 4/7.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.