Reprodução de tela
Reprodução de tela
Imagem João Wady Cury
Colunista
João Wady Cury
Palco, plateia e coxia
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Caverna.club: É preciso falar de Santa Sofia

Santa Sofia passará a ser uma mesquita a serviço do islamismo, por ordem de um tribunal, sob a vara do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan

João Wady Cury, O Estado de S.Paulo

16 de julho de 2020 | 03h00

A Basílica de Santa Sofia ou, como ficou conhecida, Hagia Sophia, está fechada para reforma. Mas é possível vê-la no link abaixo e em outros nesta coluna. Levarão o vivente, possivelmente uma última vez, para um passeio em realidade virtual pela obra-prima da arquitetura bizantina, construída em 537 em Istambul. 

Ok, já estava um tanto combalida. Mas quando reabrir suas portas estará feita a transformação: Santa Sofia passará a ser uma mesquita a serviço do islamismo, por ordem de um tribunal, sob a vara do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

youtu.be/8cbYbQKGwoE

TIRANIA POLÍTICA 

É o mesmo Erdogan que caça impiedosamente intelectuais, escritores e artistas que não lhe beijam a mão. Não suporta críticas. Estão aí para provar o Nobel de Literatura Orhan Pamuk (Istambul e Meu Nome É Vermelho) e tantos outros que não retornam à Turquia para não serem presos e condenados à prisão perpétua. Também é o Erdogan que tratou o coronavírus como gripezinha. Deu no que deu e o resultado está aí: 214 mil casos confirmados e mais de 5 mil mortes. Homens no poder, gênero, costumam pintar e bordar em nome de uma autoatribuição divina. 

O lado oriental do planeta tem exemplos clássicos e certamente Erdogan é um deles. É um sultão 2.0 e suas ações mostram estar a serviço da tirania. 

Nos países do Oriente Médio, tem o perfil de pai que todos pediram – na Turquia, o exemplo anterior e que certamente ficará somente nos livros de história é Mustafa Kamal Atatürk, o fundador da república. No poder desde 2002, há quem duvide que Erdogan largará a rapadura antes de cantar pra subir. Daí ganha de brinde a divindade.

youtu.be/Rp-3n42EIBU

 

TIRANIA CULTURAL

A Basílica de Santa Sofia é (ou era?) Patrimônio da Humanidade, a primeira grande catedral cristã do planeta. Tem em sua história de mais de 1.660 anos passagens pelas mãos dos ortodoxos, católicos romanos até virar museu por obra de Atatürk em 1935. Mas sempre tratada com desleixo e crueldade pelo país de maioria islâmica, com andaimes permanentes instalados em suas naves, como se a ideia fosse passar a imagem de um lugar decadente. As imagens de santos, deterioradas, nunca foram recuperadas: completava-se a parte destruída com cimento. Religiões à parte, é preciso falar de Santa Sofia.

3 dicas de Antonio Freitas, idealizador da Tapera Taperá

1. Sangue Corsário

Curta do diretor Carlos Reichenbach. youtu.be/eh857N3VU_8

2. Biblioteca Mário de Andrade

Fartura cultural no YouTube. youtube.com/user/bma1925/

3. Bachianas

Trecho delicado. 

youtu.be/ehdw2CceWJE

Tudo o que sabemos sobre:
Turquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.