Cavalera defila baile de debutante rock n' roll

Para celebrar aniversário de 15 anos, grife levou sua moda jovem à Casa Panamericana, em Pinheiros

11 de junho de 2010 | 15h23

Flavia Guerra - O Estado de S. Paulo

 

SÃO PAULO - A Cavalera abriu os desfiles desta sexta-feira, 11, comemorando seus 15 anos. Para celebrar, Alberto Hiar (diretor executivo da grife) e equipe organizaram um baile de debutantes na Casa Panamericana, no Alto de Pinheiros.

 

mais imagens Veja galeria de fotos deste 3.º dia da SPFW

mais imagens Fotos do 2.º dia

mais imagens Fotos do 1.º dia

forum Blog de Moda: o melhor da SPFW

 

Casarão com ar modernista dá o tom nostalgia fashion à SPFW. Foto: Ernesto Rodrigues/AE

 

Há que se admitir que a locação (sempre escolhida com muito capricho por Hiar - na última edição, por exemplo, a grife desfilou na Galeria do Rock) completou o tom nostalgia fashion que a festa merecia. Projetado por Ernesto Beker (mesmo arquiteto do Jockey Clube de São Paulo), o casarão exala os ares modernistas. Nos 400 metros quadrados que ocupa, o projeto faz saltar aos olhos detalhes como sua porta de entrada, um símbolo das curvas da art-déco.

 

Voltando à festa, não faltou nada que uma adolescente rocker quisesse em sua festa. Muitos cup cakes, balões, champanhe, um bolo enorme, trilha sonora à la anos 60 (capitaneada por João Gordo) e, claro, muitos garotos.

 

Tule preto no detalhe e paetês não faltaram à festa da grife. Foto: Ernerto Rodritues/AE

 

Elas chegaram em volumosas mínis, com muita 'cor chiclete'. Saltos muito altos e muita sobreposição. Eles chegaram de calças meio curtas, brincando com o rigor da alfaiataria sobreposta sobre as camisetas pop rock. Peça que está no DNA jovem da marca, as camisetas evocaram ícones como Beatles em releituras de fotos clássicas e capas de discos históricos.

 

No baile da Cavalera, não podia faltar tule, organza, paetês e renda. O começo da festa foi um tanto sério, com muito preto ganhando várias leituras, da sobreposição de rendas e seda aos shortinhos e saias de tule quase mais volumosas do que o bolo da festa. O clima foi descontraindo e o neon deu o tom ao verde, rosa e azul.

Tudo o que sabemos sobre:
Cavalera

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.