Castelo vai abrigar esculturas do pai de Jean-Paul Belmondo

Um antigo castelo da família Rothschild, nos arredores de Paris, vai abrigar quase todas as esculturas de Paul Belmondo (1898-1982), pai do ator francês Jean-Paul Belmondo. O novo museu dedicado ao escultor abrirá suas portas em 2008, após as obras de restauração do castelo Buchillot. O imóvel foi vendido pelos Rothschild em 1982 à Prefeitura de Boulogne-Billancourt, informou neste sábado, 31, o suplemento "Et Vous" do jornalfrancês "Le Figaro". O museu será aberto graças a um acordo entre a Prefeitura e os três filhos de Belmondo (Jean-Paul, Alain e Muriel), que cederam as obras de seu pai. O acordo, assinado na sexta-feira, segundo o jornal, avalia em pouco mais de ? 2,5 milhões (US$ 3,3 milhões) o valor da doação. São 259 esculturas e moldes, além de trabalhos preparatórios, 878 desenhos, esboços e cadernos de croquis, instrumentos e mobília da oficina doArtista. A oficina será reconstruído numa das alas do castelo de Buchillot, patrimônio nacional francês desde 1951. A obra de Belmondo é classificada como escultura figurativa do pós-guerra, influenciada por Rodin e Maillol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.