Cassetas festejam 10 anos com exposição

Expo Tabajara, a exposição dosmagníficos produtos das Organizações Tabajara. Essa é a novidade que a turma dos cassetas está armando para o início do ano que vem, em comemoração aos dez anos do programa Casseta & Planeta Urgente!. A exposição, que ocorrerá no Rio e em São Paulo, está sendo projetada pelos humoristas em parceria com a Globo. Umaequipe de designers já foi contratada para projetar algunsprodutos das Organizações Tabajara, que até então, só existiamnos quadros do programa.Após pedidos e mais pedidos de fãs, os humoristas pensamem colocar à venda na exposição alguns de seus estranhoslançamentos, em quantidades limitadas, é claro. Entre as mercadorias comercializadas haverá um incrívelspray de pum - um fabricante da iguaria já entrou em contato como grupo - e a camiseta coça-costas, que traz, nas costas, umjogo de batalha naval. Segundo os humoristas, é um jeito simplesde se livrar do "mais para direita, mais para cima", na horade coçar as costas. Basta dizer "B4", por exemplo, e suacoceira estará resolvida.Na entrada da exposição, a primeira surpresa. Osconvidados poderão tirar uma foto digital e ganhar um crachá dasOrganizações Tabajara. Os dez anos da trupe ainda devem renderum especial na Globo, também para 2002.Antecipando a comemoração, os cassetas lançaram, nasemana passada, um kit com a revista Casseta Popular e a fitaVHS Os Personagens do Casseta que Mudaram o Planeta, também emcomemoração aos 10 anos da atração. A revista traz os melhorestextos da Casseta Popular, e a fita, os personagens que marcaramo programa na Globo. No dia 15, sai o kit com coletânea dosmelhores textos da Planeta Diário e a fita Conhecendo o Brasilde Rabo a Rabo, com os melhores momentos das viagens doscassetas na TV.No dia 1º de dezembro, chega às bancas o kit com revistaCasseta & Planeta e a fita O Mundo, Viajando e Andando, com asmelhores reportagens dos humoristas na TV. Se der certo, novoskits serão lançados no ano que vem. Os kits serão lançadosprimeiramente nas bancas de Salvador, Belo Horizonte, Curitiba eBrasília. São Paulo e Rio vêm depois, por uma questão de testede mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.