CASO DE JACKSON PODE SER REVISTO

O julgamento de 2005, em que Michael Jackson foi absolvido de acusações de abuso sexual infantil, pode ser revisto em um processo no próximo mês, decidiu uma juíza de Los Angeles, na quinta-feira. Katherine Jackson, mãe do pop star, processa a AEG Live pela morte de seu filho, alegando que a empresa de shows foi negligente na contratação de um médico para cuidar do cantor, antes de uma série de shows marcados para 2009, ano em que Jackson morreu. A juíza Yvette Palazuelos determinou que a defesa da AEG poderá rever o caso de pedofilia, pois seria relevante na análise do histórico de Jackson com drogas. / REUTERS

O Estado de S.Paulo

24 de março de 2013 | 02h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.