Casamento duplo encerra "Marcas da Paixão"

A "Record" leva ao ar na sexta-feira o último capítulo de Marcas da Paixão. Finalmente, a trama de Solange de Castro Neves dará um final feliz para os problemas vividos pelas herdeiras de Jorge (Walmor Chagas). Mas antes dos momentos felizes, Cíntia (Vanessa Lóes) passará por maus bocados nas mãos de Orlando Furacão (Emílio Orciollo), que a seqüestrará a mando de Dete (Irene Ravache). É num pequeno descuido de Orlando que Cíntia consegue deixar para Diogo (Carlos Casagrande) uma pista de seu paradeiro. Ao pedir para usar o banheiro de um posto de gasolina, a jovem usa o próprio batom para escrever um pedido de socorro no espelho, fazendo com que o rapaz descubra que ela está em poder de Orlando e chegue a tempo de impedir que o desequilibrado a afogue no lago da cachoeira. Diogo começa a brigar com Orlando, que só se rende ao ser imobilizado por Neno (Edson Montenegro) e Valtinho (Valter Santos). Sem saída, Orlando confessa que tudo o que fez foi para agradar Dete, sua mãe verdadeira. Mas Cinato (Alex André) e Neno o surpreendem dizendo que a história não passa de uma mentira. É o bastante para Furacão também confessar sua culpa na morte de Zoraide (Cissa Carvalho). Enquanto isso, Dete - que foi incriminada por Motta (Carlo Briani) graças a documentos entregues por ele a Djalma (Cláudio Cavalcanti) - leva Isa (Liza Vieira) como refém e a conduz até um posto de gasolina, com a intenção de atear fogo na fazenda. Com um revólver na mão, Dete não hesita em atirar na direção de Djalma, ferindo-o de raspão. Alucinada, Dete espalha gasolina por toda a fazenda. Ao se ver diante de Orlando, ela fica surpresa com a reação do rapaz, que provoca um incêndio próximo à vilã, fazendo que ela fique em chamas diante de todos. Preso pela polícia, Orlando é levado para a delegacia, onde assume o assassinato do detetive, livrando Neno da prisão. Dete é socorrida e levada para um hospital, mas fica com várias partes do corpo deformadas. Seu maior castigo acontece alguns dias depois, quando Orlando, a quem ela tanto desprezou, pede para visitá-la no hospital. Sofrendo com muitas dores, Dete pede para que ele a mate, mas o rapaz se recusa a cumprir mais esta ordem, apenas para que ela sinta um pouco das maldades que fez com tanta gente. O tão aguardado final feliz acontece a partir do casamento duplo das protagonistas. Cíntia se casa com Diogo no mesmo dia da união entre Guida e Ivan. Os casais se separam a partir daí: Cíntia e Diogo resolvem administrar juntos a fazenda Fantasia, e Guida (Carla Regina) e Ivan (Eriberto Leão) voltam para o nordeste, onde montam a fazenda Esperança.

Agencia Estado,

12 de novembro de 2000 | 14h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.