Casa das Américas vai para Argentina

O escritor argentino Rafael Pinedo ganhou o prêmio Casa das Américas, um dos principais dedicados à literatura mundial, com seu romance Plop, que foi considerado uma obra com elementos de ficção científica e uma construção audaciosa. Realizado em Havana, Cuba, foram analisadas no concurso literário, que está na 43.ª edição, 740 obras provenientes de 28 países, nas categorias romance, poesia, literatura infantil, ensaio artístico-literário e literatura caribenha.O prêmio de poesia ficou com o cubano Luis Manuel Pérez Boitel, de apenas 30 anos, pela obra O Outono ainda nos Pertence. Na categoria ensaio artístico-literário o prêmio foi para o espanhol Alvaro Salvador Jofre, por O Impuro Amor das Cidades, enquanto o prêmio de literatura infanto-juvenil ficou com Nainguém Detém as Pombas do argentino Carlos Marianidis. O ganhador no gênero de literatura inglesa caribenha ou creole foi o romance Tide Running. de guiana OOnya Kempadoo.O Casa das América também concedeu prêmios honorários a escritores latino-americanos que publicaram originamente em espanhol, no ano passado, como José Lezama Lima (poesia), José María Arguedas (romance) e Ezequiel Martínez Estada (ensaio).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.