Casa das Américas premia brasileiros

Os escritores brasileiros Luis Fernando Ayerbe e Walter Galvani foram contemplados com o prêmio Casa das Américas 2001 informou hoje o júri do festival. Ayerbe, autor de Estados Unidos x América Latina: a Construção da Hegemonia venceu na categoria ensaio histórico. Galvani foi lembrado na categoria literatura brasileira pelo romance histórico Nau Capitania, lançado em 1999. O júri alegou que a obra de Galvani tem como principal mérito destacar a figura humana do descobridor português Pedro Álvares Cabral. Além dos brasileiros, o Casa das Américas também destacou escritores colombianos, mexicanos e uruguaios. Composto por 24 intelectuais de dez países iberoamericanos, o júri consagrou a novelas Siempre es Posible Verlos Pasar do escritor colombiano Leonardo Peña Calderon. Te Ve, Mi Amor T.V, conto do mexicano Dante Medina, venceu na categoria. Em teatro, venceu El Escorpión e a Comadreja, do uruguaio Walter Acosta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.