Divulgação / RedeTV!
Divulgação / RedeTV!

Cartunista Laerte Coutinho tem alta hospitalar após internação por coronavírus

A cartunista foi internada no dia 21 de janeiro com covid-19 e recebeu alta neste domingo, 31

Redação, O Estado de S. Paulo

31 de janeiro de 2021 | 11h12
Atualizado 02 de fevereiro de 2021 | 15h15

Internada com coronavírus desde o dia 21 de janeiro, com passagem pela UTI, a cartunista Laerte Coutinho teve alta hospitalar às 10h deste domingo, 31. Segundo o Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (InCor), ela registrou uma progressiva melhora do seu estado clínico e continuará o tratamento para a covid-19 em casa.

A internação de Laerte, de 69 anos, foi divulgada por seu filho, o quadrinista Rafael Coutinho, em postagem nas redes sociais no dia 26 de janeiro. Ele dizia que seu estado ainda não era grave, mas que exigia cuidados. Depois disso, a cartunista foi levada para a UTI, onde ficou sob cuidados por dois dias, até a quinta-feira, 28.

Neste domingo, ele postou uma foto do pai, já em casa, após ter recebido alta.

Com passagens pelo Estadão, Folha de S.Paulo e jornais icônicos de resistência durante a ditadura como o Pasquim, Laerte é uma das principais cartunistas da velha guarda do Brasil, ao lado de Ziraldo, Angeli, Glauco e outros nomes.

Conhecida pela criação de diversos personagens, como os Piratas do Tietê, o super-herói de moral questionável Overman e o crossdresser Hugo/Muriel, que alterna suas representações de gêneros e brinca com os preconceitos contra transsexuais. 

Desde 2009, Laerte assumiu sua identidade LGBT+ e suas charges passaram a representar, com frequência, situações vividas por crossdressers ou pessoas transgênero. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.