Cartunista brasileiro é premiado em Londres

O brasileiro Raimundo Waldez conquistou o terceiro lugar na competição internacional de cartuns políticos Ken Sprague, realizada em Londres, na Inglaterra. Os juízes indicaram que o artista mostrou "um sentido muito satírico de humor, com um tom sério". A ilustração mostra um general brasileiro consumindo cocaína em forma de pomba da paz. O concurso, promovido pelo jornal Morning Star e pela Political Cartoon Gallery, foi vencido pelo iraniano Edik Boghosian Konaraki e pelo chinês Zhang Bin, que obtiveram o primeiro prêmio compartilhado. Os vencedores receberam um prêmio de mil libras esterlinas (cerca de US$2 mil) e a publicação das ilustrações em vários veículos da imprensa local. A competição foi disputada por 200 ilustradores de 44 países, com obras centradas na paz internacional, justiça social e valores humanitários. Entre os países de onde foram recebidas ilustrações estão Argentina, Armênia, Bósnia-Herzegovina, Brasil, Bulgária, China, Colômbia, Croácia, França, Índia, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Jordânia, México, Uruguai, Estados Unidos e Uzbequistão.O júri foi composto pelos ilustradores Martin Rowson e Steve Bell, pelos sindicalistas Frances O´Grady e Ken Gill, e pelos artistas Jackson Sprague e Michal Boñcza. "O júri ficou muito impressionado com o alto nível das obras", informou o comitê organizador. "A ilustração de paz de Edik Boghosian Konaraki, do Irã, foi muito original e imaginativa na forma de apresentar o famoso símbolo da paz, utilizando meios gráficos simples", acrescentou. A obra do iraniano mostra o fóssil de uma pomba da paz, com um ramo crescendo de seu bico. "A imagem mostra que ainda é possível conseguir a paz. Enviou uma mensagem muito poderosa", destacaram os organizadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.