Cartas marcadas

"C omecei a ficar lúcido, de uma lucidez demoníaca,.. tudo começou a ruir, se eu não seguro um último caibro e se Nossa Senhora não ajuda, a casa ia por água abaixo. No seu caso, imagino os problemas que você deve ter, sofro por eles, choro sobre eles, espero que você, que é melhor do que eu, muito melhor, receba a graça de resolvê-l0s bem, certo."

O Estado de S.Paulo

28 de novembro de 2011 | 03h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.