Carta não explca suicídio de Scott

Segundo o site de celebridades americano TMZ (http://www.tmz.com), a carta que Tony Scott deixou para sua família não esclarece o real motivo pelo qual o diretor cometeu suicídio, em 19 de agosto, quando se atirou de uma ponte em Los Angeles, cidade em que também morava, no bairro de Beverly Hills. A informação, publicada pelo TMZ na sexta-feira, baseia-se nas informações fornecidas por fontes que foram mantidas em segredo, mas que afirmam que o bilhete de Scott é "breve e carinhoso", no qual o irmão de Ridley Scott teria escrito que amava seus dois filhos, Max e Frank, e sua mulher, Donna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.