Carlos Miele destaca pregas na Semana de NY

Pregas e cores fracas como o rosa desbotado e o creme predominam na coleção de outono 2006 do designer brasileiro Carlos Miele, apresentada hoje na Semana de Nova York.Sua proposta de trajes noturnos, compostos por saias e calças para as estações de outono e inverno está inspirada em um ensaio do filósofo francês Gilles Deleuze, que impressionou o estilista por suas "revelações quanto à forma e aos contornos"."Fiquei interessado por sua idéia de como diferentes espaços, ou seja, volumes e formas, podem ser criados a partir de pregas", disse Miele à EFE nos bastidores de seu desfile, onde estiveram presentes também celebridades como a atriz americana Illeana Douglas e a modelo e atriz venezuelana Patricia Velázquez."Fiquei fascinado por Deleuze porque é muito barroco, e o Brasil é um país muito barroco. As roupas desta coleção se deparam como silhuetas estruturadas, o que cria formas arquitetônicas", declarou Miele, conhecido por seus desenhos sexy.Sua coleção de outono é mais controlada no que diz respeito a telas, formas e cores, e vão contra as exuberantes linhas que costuma apresentar nas temporadas de primavera e verão, onde dá asas à imaginação e às influências de suas raízes brasileiras.O rosa desbotado, o bege e o creme "refletem a influência do inverno em alguém que cresceu nos trópicos", segundo Miele.Pregas estão presentes nas saias de tafetá e nos vestidos de tecidos como a seda. Os bordados e a obra, que junto com o crochê são as técnicas artesanais favoritas de Miele para polir certos detalhes, decorando cintos de couro e acertando medidas, como no caso de um vestido de noite longo em rosa desbotada e prata.Ao buscar inspiração em pregas como elemento, Miele tentou "dar volume ao corpo", embora "deixando que esses vincos do tecido adquirissem várias configurações na medida em que o corpo se movimenta".Para apresentar sua coleção de outono na Semana de Moda, Miele projetou um vídeo com imagens de praias e mar que, junto com o som das ondas, transferiu os espectadores de Nova York em pleno inverno para as quentes praias do Caribe.Miele, com lojas em Nova York e São Paulo, é ainda um ativista dos direitos humanos que tem trabalhado com organizações de ajuda a deficientes e com instituições como a Santa Casa de Misericórdia.

Agencia Estado,

09 de fevereiro de 2006 | 12h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.