Carlos Eduardo Lins da Silva assume o comando do 'Roda Viva'

Paulo Markun, ex-apresentador do programa, se dedicará à presidência da Fundação Padre Anchieta

30 de janeiro de 2008 | 13h46

Apresentador do programa Roda Viva desde 1998, Paulo Markun, deixará a atração para se dedicar exclusivamente à presidência da Fundação Padre Anchieta, e será substituído pelo jornalista Carlos Eduardo Lins da Silva, que passa a conduzir  o programa exibido pela TV Cultura todas as segundas-feiras às 22h40.   Carlos Eduardo Lins da Silva, além de autor de diversos tírulos, foi também diretor-adjunto de Redação do jornal Valor Econômico, desde a elaboração de seu projeto, em 1999, até fevereiro de 2004. Também ocupou o cargo de diretor-adjunto de redação da Folha de S. Paulo (1984-1990) e foi correspondente do mesmo jornal nos Estados Unidos (1991-1999). Como professor, trabalhou na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, da Universidade Católica de Santos e da Universidade Metodista de São Bernardo do Campo. Mais recentemente, foi diretor da Patri Políticas Públicas (2004-2008).    O programa   O programa estreou em 29 de setembro de 1986, apresentado pelo jornalista Rodolpho Gamberini, tendo como convidado o então ministro da Justiça, Paulo Brossard. Há 21 anos no ar, a atração já apresentou mais de 1100 entrevistas inéditas de personalidades como Fernando Henrique Cardoso, Leonel Brizola, Ulysses Guimarães, Tônia Carreiro, Paulo Autran, Pedro Almodóvar, Luiz Inácio Lula da Silva, Fidel Castro, Gilberto Gil, Oscar Niemeyer, Hugo Chávez e Ayrton Senna.   Ao longo desses anos, vários jornalistas assumiram o comando do programa, dentre eles Rodolpho Gamberini (1986 a 1987); Augusto Nunes (1987 a 1989); Jorge Escosteguy (1989 a 1994); Rodolfo Konder (1990); Roseli Tardelli (1994); Heródoto Barbeiro (1994 a 1995); Matinas Suzuki (1995 a 1998); e Paulo Markun (1998 a 2008).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.