Carlão, fã de carteirinha

O cineasta Carlos Reichenbach (Liliam M. Garotas do ABC, Falsa Loura) responde sobre Godard.

, O Estado de S.Paulo

03 de dezembro de 2010 | 00h00

Qual a contribuição de Godard para o cinema?

O cinema moderno toma perfil novo e revolucionário com ele. É o cineasta mais antenado com seu tempo. Um desses casos únicos que faz um cinema premonitório. Desde O Acossado até A Chinesa que, em 1967, previu o maio de 1968.

Qual a influência dele em sua geração?

Para gente como Sganzerla, João Callegaro e eu, Godard é a maior das referências. Haroldo de Campos falava que Goethe inaugura a citação, a mistura de influências. Godard é seguidor de Goethe. A consequência é abolir a questão da "propriedade intelectual". Bertolucci queria usar trecho de Band à Part em Os Sonhadores e pediu a Godard, que respondeu: "Entre criadores não existem direitos; existem obrigações."

Seu Godard favorito?

O maior filme do mundo é O Desprezo. Vi mais de cem vezes. É o melhor filme feito sobre meu meio de expressão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.