Philippe Wojazer/Reuters
Philippe Wojazer/Reuters

Carla Bruni vira editora-chefe de caderno feminino

Primeira-dama da França será a editora-chefe do próximo número do suplemento feminino do jornal 'Le Figaro'

EFE,

24 de março de 2010 | 17h07

A primeira-dama francesa, Carla Bruni-Sarkozy, será a editora-chefe do próximo número do suplemento feminino do jornal "Le Figaro". Carla é cantora e compositora, mas também seguiu carreira de modelo, desfilando para Yves-Saint Laurent entre outros estilistas.

 

A esposa do presidente da França, Nicolas Sarkozy, aceitou a oferta para dirigir o suplemento "Madame Figaro" que estará à venda junto com a edição do "Le Figaro" do próximo sábado.

 

O jornal postou recentemente vários vídeos nos quais Carla responde a perguntas de leitores.

 

Um deles quis saber como Carla, que também é cantora e compositora, consegue conciliar sua vida pessoal com o trabalho e com suas obrigações de primeira-dama.

 

"Tento me organizar. Não é muito difícil", responde, antes de explicar que prefere escrever suas músicas pela noite e ficar com sua família durante o dia.

 

Carla diz que, para ela, o mais complicado é conciliar sua vida de mãe com a de artista.

 

"Eu gostava de trabalhar durante a noite, mas, desde que tive meu filho, tenho que levantar cedo", afirma.

Mais conteúdo sobre:
Carla Bruni

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.