Carcereiro pode ter roubado obra de Dalí

O caso da obra original do espanholSalvador Dalí roubada da prisão de Rikers Island, em Nova York há pouco mais de uma semana e substituída por uma cópia, pode ter sidoresolvido graças à confissão de um dos guardas, segundo divulgou hoje o The New York Times. Doado pelo pintor catalão em 1965, o quadro - uma imagem de Jesus traçada a carvão, teria sido roubado durante a simulação de um incêndio por esse carcereiro, funcionário há muitos anos, "que passava por sérios problemas financeiros", e substituído por uma imitação. Os investigadores não comentaram a notícia. Na última avaliação, feita em 1985, o desenho valia US$ 175 mil, mas agora deve valer muito mais.

Agencia Estado,

08 de março de 2003 | 13h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.