Caos ofusca talentos da Semana de Moda

Começou mal a décima edição da Semana de Moda - Casa de Criadores, cujo start foi dado na noite de sexta-feira com o Projeto Lab, dedicado aos novíssimos talentos. Nem tanto pelos desfiles fracos apresentados pelos estreantes, mas principalmente pelo caos na organização. Às sete da noite, horário previsto para a abertura dos portões, as cadeiras na sala de desfiles ainda estavam empilhadas. É inaceitável tanto improviso. As apresentações dos jovenzinhos do Lab , que deveriam ter começado às 20h30, só tiveram início às 22h40. Já está mais do que na hora de o povinho da moda aprender o que significa horário comercial. O ideal seria que os desfiles ocorressem durante o dia, que é horário de trabalho - e que a noite ficasse então para as festas, baladas e festivais de música eletrônica que eles tanto apreciam. Manter esse caráter de reunião de amigos, com um desfilinho no meio, já não tem a menor graça em um evento que pretende se firmar como o único dedicado aos criadores de moda no País.Fraga ficou de pé - No sábado, dia dos primeiros desfiles da Semana de Moda propriamente dita, a situação se repetiu. Às sete da noite, horário previsto para a apresentação da OV, grife de jeanswear de Ocimar Versolato, as roupas ainda estavam chegando ao camarim. Resultado: um atraso de mais de três horas! Algumas das endinheiradas clientes de Ocimar estiveram por lá, mas o mapeamento da sala não reservou lugar para nomes importantes, como Ronaldo Fraga, que teve de ficar em pé no corredor. É preciso ter cuidado e prestar atenção, já que se a semana é o que é - e chegou aonde está - é por causa de nomes como o dele. O primeiro desfile de prêt-à-porter de Versolato no Brasil não deixou dúvidas sobre a qualidade do estilista. A apresentação marcou a estréia de sua segunda marca, a OV, na passarela. Quatro rapazes, com despudoradas cuecas (uma delas quase um tapa-sexo), deram início à apresentação, que trouxe 85 looks e teve o jeans como estrela principal. O índigo ganha conotação mais chique - mesmo quando vem brilhante, como o jeans Diamond Blue. À flor da pele - Atenção para os recortes: Ocimar abre buracos nas calças, saias e jaquetas, transformando pele em parte da peça. Excelentes os vestidos de tricô e as peças de cetim changeant. A roupa de Versolato é extremamente bem-feira e acabada - ainda que não apresente nenhum grande arroubo criativo.A noite - no quesito criação - ficou mesmo para Mareu Nitschke, último a se apresentar, já na madrugada de domingo. A longa espera foi compensada pela melhor coleção da carreira do estilista, que soube trabalhar os contrastes.Mesclou linhos e algodões pesados a musselinas e organzas, num resultado suave. Usou ícones do fetiche sado-maso, como argolas, tiras e corselets justinhos, com a suavidade das cores claras e da modelagem romântica.Destaque para os acessórios, com pulseiras que ferem. Também em Mareu surgem fendas nas roupas, algumas cobertas por acrílicos, outra revelando a pele. No encerramento, uma espécie de noiva-dominatrix foi gloriosamente incorporada por Lara Guerin. Detalhe, um bumbum coberto de cristais. Luxo!(bom) humor de cão - O sábado teve ainda as participações de Rodrigo Fraga, Gisele Nasser e Fernando Sommer (para sua grife, Viva La Raza). Rodrigo soltou os cachorros na passarela, usando cães de diversas raças para criar divertidas estampas. A coleção, dedicada exclusivamente ao masculino, esbanjou bom-humor.Boas também as calças e camisas com listinhas coloridas. Gisele Nasser escancarou sua paixão pelas linhas onduladas deixando a silhueta sempre unilateral. O cós é ultrabaixo e os tops, curtinhos. Nas cores, o preto, o coral e o azul jeans foram destaques.Já Fernando Sommer sucumbiu à novela Estrela Guia. Parece que ele esteve em Jagathar e trouxe o figurino completo, com muito looks indianos originais (fornecidos pelo Espaço Til) e outras "criações" próprias, sempre com referência étnicas. O momento bom ficou com as peças de inspiração militar, como a saia de matelassê e a de náilon. Hoje, a décima edição da Semana de Moda chega ao fim, com os desfiles de Maruzia Fernandes, Marcelo Quadros, Giuliano Menegazzo e a linha luxo de Ocimar Versolato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.