Cantoras homenageiam Carmen Miranda em show

Para lembrar Carmen Miranda, nada de samba e paetês coloridos. Em comemoração ao centenário do nascimento da Pequena Notável (1909-1955), Lucinha Lins, Célia e Virgínia Rosa prestam uma homenagem muito diferente à cantora extravagante que ganhou o mundo na década de 40. De preto, as cantoras vão ganhando balangandãs ao longo do show.

AE, Agencia Estado

09 de outubro de 2009 | 09h04

Acompanhadas por uma banda com piano, baixo acústico, bateria, percussão, metais e sax, revisitam marchinhas como "Taí", hino dos bailes de salões - que ganha melodia em voz e piano. "Ninguém repara na letra, mas é uma poesia triste", conta Virgínia. "Carmen vendia alegria, mas vivia angustiada." Na voz de Lucinha Lins, "Linda Flor" vira um blues; com Célia, "Tico-tico no fubá" perde a velocidade; "Disseram que voltei americanizada" ganha uma pitada de fado, lembrança da origem portuguesa da cantora.

O espetáculo também lembra canções que continuam vivas em outras vozes, como "Balancê", associada a Gal Costa; "Na batucada da vida", famosa por Elis Regina; e "Recenseamento", sempre lembrada por Paula Toller. As informações são do Jornal da Tarde.

Na Batucada da Vida. Teatro Cleyde Yáconis. Av. do Café, 277. Tel. (011) 5070-7018. Datas: 9, 10, 11 e 12 de outubro. Horários: sexta-feira, às 21h30; sábado, às 21h; domingo e segunda-feira, às 19h. Ingressos : R$ 10 a R$ 20. Classificação: 12 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
músicaCarmen Miranda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.