Cantor Pete Doherty é avisado de que pode ir para a prisão

LONDRES (Reuters Life!) - O músico britânico Pete Doherty, conhecido principalmente como integrante das bandas Babyshambles e The Libertines, foi avisado por um juiz na sexta-feira que pode ser condenado à prisão por repetidas infrações envolvendo drogas.

REUTERS

08 de abril de 2011 | 12h54

Na Corte de Snaresbrook, na zona leste de Londres, Doherty, de 32 anos, confessou-se culpado por posse de cocaína, segundo a Press Association.

O juiz David Radford descreveu a ficha criminal de Doherty como "nada atraente."

Dirigindo-se ao advogado do cantor, Peter Ratliff, o juiz disse: "Quando uma pessoa constantemente comete o mesmo delito, a lei precisa ser deixada clara. Seu cliente tem consciência de que pode ser sentenciado (à prisão)?"

Doherty recebeu liberdade não condicional e foi instruído a retornar ao tribunal para ouvir sua sentença em 20 de maio, data em que deve estar em turnê.

Doherty, que já foi namorado da supermodelo Kate Moss, foi preso depois de a polícia investigar a morte por suspeita de overdose da herdeira Robin Whitehead, que passou os últimos dez dias de sua vida fazendo um documentário sobre ele.

O filme, "The Road to Albion," focou a antiga banda de Doherty, The Libertines.

Doherty se disse "chocado e entristecido" pela morte de Whitehead em janeiro do ano passado.

(Reportagem de Mike Collett-White)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEPETEDOHERTYPRISAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.