Cantor Pablo Milanés diz que povo estimulou as mudanças em Cuba

Para o cantor e compositor cubano PabloMilanés, as medidas reformistas do novo presidente da ilha,Raúl Castro, trarão benefícios para o país, já que têm oobjetivo de criar uma sociedade mais justa. Para o músico, as medidas implementam mudanças que atendemaos desejos do povo que, apesar de tudo, continua acreditandona revolução. Milanés, que na sexta-feira apresentou em Madri sua turnê"Mais Além de Tudo", com o pianista Chuchu Valdés, chamou de"eufemismos" os termos "abertura" e "retificação" da ilha egarantiu que tudo se deve à exigência da sociedade pelacorreção dos erros cometidos no passado. "Há uma pressão social no nosso país que obriga o Estado afazer mudanças, mudanças supremas, mudanças profundas que nãovêm do Estado precisamente, vêm do desejo do povo, de um povoque eu creio que toda vida confia no que foi a revolução, noque ela é e no que ficou de positivo de todas as coisasconquistadas no passado", disse ele. "Também precisamos salvar muitíssimos erros que vêm sendocometidos historicamente e, com certeza, devemos mudá-los",acrescentou Milanés, fundador do movimento da Nova Trova, quesurgiu com o triunfo da revolução liderada por Fidel Castro em1959. Milanés é conhecido por sua posiçao política, próxima docastrismo e defensora da revolução. Ele afirmou que se sentemais feliz agora, sabendo que Cuba está se abrindo para o mundoe alcançando uma sociedade mais igualitária e justa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.