Cantor Adam Lambert nega ter agredido fotógrafo

O cantor Adam Lambert perdeu a paciência com um fotógrafo em uma praia de Miami, mas negou nesta sexta-feira ter brigado com o homem, que teria caído no chão durante a confusão.

REUTERS

17 de setembro de 2010 | 18h52

O segundo colocado do reality show "American Idol" foi acusado em uma ocorrência policial aberta pelo paparazzo de tentar tomar a mochila e a câmera dele durante uma briga na praia na quinta-feira, informaram sites de celebridades.

Mas Lambert, de 28 anos, disse em uma mensagem no Twitter que não houve nenhuma agressão.

"Agressão? Não. Eu tentei pegar uma câmera, nenhum golpe foi dado e ninguém ficou no chão... Foi literalmente inofensivo. Se vergonha é um crime -- é disto que eu sou culpado", disse o cantor.

Autoridades de Miami devem decidir se irão acusar Lambert. O fotógrafo não se queixou de nenhum ferimento.

Lambert perdeu a final do "American Idol" em 2009 para o rival Kris Allen. O cantor atraiu atenção ao assumir ser gay. Após o programa, lançou um álbum e deu início a uma promissora carreira.

(Reportagem de Jill Serjeant)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTELAMBERTACUSACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.