Canções e poesia para salvar os dias ruins

DAN NAKAGAWA

O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2011 | 03h08

O OPOSTO DE

DIZER ADEUS

YB Music

Preço: R$ 24

EXCELENTE

Os ventos sopram a favor de Dan Nakagawa. Este talentoso criador de canções, daquelas de encher salas e carros de vida, batalha há um tempo. Ney Matogrosso dele levou Um Pouco de Calor para seu disco Inclassificáveis, em 2008. Agora, inserido em uma espécie de movimento involuntário que é essa turma dos 'novos paulistas', Dan pode emergir com mais força. Seu disco O Oposto de Dizer Adeus é um primor, dos melhores produzidos pelas novas cabeças. A gravação caseira que ele assume faz possíveis limitações se tornarem trunfos. É um álbum orgânico, leve, com inspiração e frescor folk, mas sobretudo original. A voz que não vai longe é acomodada nos graves e não se arrisca a sair dali. Ou seja: Dan não grita, não tenta ser o que não é. Fala como se estivesse ali ao lado frases como "Por mais que eu veja os mesmos dias, por mais que eu durma as mesmas noites, eu não me acostumo. Por mais que eu erre os meus caminhos, por mais que eu volte ao início, eu não me arrependo." Quer dizer ao final que tudo o que se vive vale a pena ser vivido de novo. E de novo. / JULIO MARIA

OUÇA TAMBÉM

OUÇA-ME

Artista: Ney Matogrosso Álbum:

Inclassificáveis (2008) Gravadora: EMI

Preço médio: R$ 24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.