Canal Brasil retrata Nelson Xavier

As trajetórias de Nelson Xavier e Ruy Guerra estão profundamente ligadas. Juntos - Nelson como ator, Ruy como diretor - fizeram Os Fuzis, primeira parte de trilogia seqüenciada com A Queda e que, no ano que vem, deve ganhar desfecho. Ambos como atores, dramaturgos, roteiristas ou diretores somaram significativas parcerias também em Os Deuses e os Mortos e A Queda (que ambos escreveram e dirigiram), na peça Trivial Simples (ele escreveu, Ruy dirigiu) e na militância política. Ambos passaram pelo CPC da UNE. Nelson, como estudante-ator, Ruy como o estrangeiro cosmopolita, recém-chegado de Paris, formado pelo Instituto de Altos Estudos Cinematográficos (Idhec), e disposto a colaborar no que fosse possível (ajudou nos créditos técnicos de Cinco Vezes Favela, longa em episódios produzido pela esquerda universitária).Este ano, Nelson Xavier comemora 60 anos de vida e 42 de carreira. Ruy Guerra, um pouco mais velho que o amigo, torna-se septuagenário. E se aproxima dos 50 anos de atividade artística. Para lembrar as duas datas, o Canal Brasil exibe hoje, às 20 horas, especial da série Retratos Brasileiros, dedicado à carreira de Nelson Xavier e, em seguida, o filme Os Fuzis.Leia mais

Agencia Estado,

12 de fevereiro de 2001 | 10h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.