Canal alternativo da MTV ganha força

Cinco anos depois de ser lançada emesquema discreto, a MTV2 ganha espaço entre o público joveminternacional. O canal alternativo do conglomerado de músicachegou este ano a uma série de mercados importantes e passa aatrair telespectadores com a estréia de especiais aguardados,como o Acústico do R.E.M. e de Lauryn Hill, recebendoainda um papel importante no novo portal da emissora, relançadona semana passada para desenvolver a "comunidade MTV".A MTV2 foi concebido na metade dos anos 90, quando o canaliniciava seu processo de reduzir o espaço para clipes. Game-shows, reality shows e até novelas substituíram osconvencionais videoclipes em uma estratégia para criar umaidentificação maior do público adolescente com o mundo pop, deacordo com a direção do canal. Assim, uma versão alternativa, que exibiria vídeos de música eletrônica e artistasindependentes, foi criada para garantir a audiência maisexigente.Foram precisos quatro anos para que a MTV2 chegasse ao sistemade TV a cabo de cidades como Nova York e Los Angeles - ummovimento definitivo para o sucesso do canal (a própria MTV sódeslanchou, no início dos anos 80, depois que passou a serretransmitida em Manhattan, um ano depois de seu lançamento). Com a invasão do pop adolescente e a concentração da programaçãoda MTV em um público cada vez mais jovem (o target da emissorahoje está entre 12 e 17 anos, de acordo com dados da MTVi, obraço interativo da empresa), a MTV2 passou a ganhar importância com uma versão inglesa e uma categoria no Video Music Awards,marcado para setembro em Nova York.Em uma época de nostalgia (a MTV acaba de comemorar seu 20ºaniversário resgatando seus VJs originais), o canal alternativovolta a explorar as vinhetas com design gráfico arrojado, osvídeos de artistas considerados "difíceis" para o mercadoamericano (Björk, Daft Punk, Tori Amos) e os momentos raros dopop (covers e trechos de apresentações ao vivo).O acesso à MTV2 não representa nenhum custo adicional para opúblico, mas é preciso fazer o upgrade para a versão digital dosistema de TV por assinatura de Nova York (canal 128), porexemplo. Assim, para atrair novos telespectadores, os programasda nova série de Acústico passam a estrear na MTV2 eaparecem no canal principal algumas semanas depois. Na comunidade online lançada na semana passada (no endereçomtv.com), o canal secundário também ganha importância. Oportal passa a englobar os web sites das 14 versõesinternacionais da MTV e disponibiliza uma série de serviços, alémde um extenso banco de dados de videoclipes e programação derádio. O site da MTV2 traz reportagens alternativas e umalista de vídeos bem mais consistente, incluindo nomes como Air eNew Order.Criado pela MTVi, a "maior empresa de entretenimento online domundo", com 22 web sites, o portal tem como desafio a"convergência de mídias", promovendo uma ligação maior entre aInternet e a programação dos canais. Uma lista de atraçõessempre atualizada aparece constantemente na página, preparando opúblico para o aumento de transmissões de especiais em vídeo."Sabemos que o futuro está na união da TV com as novas mídias" justifica a presidente da MTV Networks, Judy McGrath.

Agencia Estado,

15 de agosto de 2001 | 12h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.